.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

UM RELÓGIO QUE GRITA EM PORT AU PRINCE

 

Ontem sorri, mas hoje não consigo…

Tanta gente sem tecto ou alimento,

Tão grande, tão enorme o sofrimento

De quem vive em terror, sem ter abrigo…

 

Ontem sorri, ainda descuidada

Dos que sofriam num terror sem fim…

Hoje, só de o tentar, descubro em mim

O medo dessa gente soterrada.

 

Hoje nem sei chorar. Que inútil sou!

Num corpo de que a vida se apartou,

Um relógio, marcando ainda as horas,

 

Mostra as vidas perdidas num relance…

Um relógio que grita, em Port au Prince:

- É preciso actuar sem mais demoras!

 

 

IMAGEM DE TELA DE SALVADOR DALI

RETIRADA DA INTERNET

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:46
link do post | "poete" também! | favorito
|
8 comentários:
De linhaseletras a 15 de Janeiro de 2010 às 14:13
Boa tarde, este seu soneto é um grito, será que há Alguém " que oiça e possa ajudar aquela gente que perdeu tudo, e continuará a perder se não houver alguém que ajude , mas mesmo com todas as ajudas humanas possíveis nada consegue fazer esquecer aquele horror.
Não há palavras para descrever tamanha tragédia.
Um grande abraço
De poetaporkedeusker a 15 de Janeiro de 2010 às 14:42
Tem razão, minha querida amiga. Não há palavras, não há sonetos que possam descrever aquele horror! E o relógio continua a alertar-nos para dois tipos de acção que tendemos a esquecer. Ajudar aqueles sobreviventes com tudo o que estiver ao nosso alcance e mudar os nossos hábitos consumistas que nos levam a colocar a economia à frente de tudo. Sempre houve e haverá catástrofes naturais neste nosso belo planeta azul... mas nós, de forma verdadeiramente suicida, caminhamos no sentido de nos transformarmos, nós próprios, numa catástrofe. Para quando uma cimeira onde o FUTURO seja, realmente, uma prioridade? Esse relógio vai mesmo gritando... e tem toda a razão para o fazer!
Um grande abraço!
De poetabrasil a 15 de Janeiro de 2010 às 21:49
Cara Maria João,

É difícil entender a manifestação da natureza por meio da tragédia em Port au Prince .
Não se sabe o que pensa o "gestor do universo" nessas horas de infortúnio colectivo. Também não se pode isentar o homem por seus tantos pecados, inclusive contra a própria natureza.
Deus não castiga, perdoa. Mas a destruição do universo ocorre a partir da mão humana.
Não foi assim em Sodoma e Gomorra, segundo a narrativa de Moisés?
Nessas horas tristes devemos orar a Deus para que venha a apiedar-se da desgraça de tantas vidas ao relento.
Meus pêsames pelo falecimento de seu parente, como me falou através da mensagem on line .
Tenho certeza que sua poesia aplaca e elide qualquer tristeza.
De poetaporkedeusker a 18 de Janeiro de 2010 às 16:06
Obrigada, meu amigo. Ainda bem que sente que os meus sonetos possam ser um "antídoto" contra a tristeza. Essa é uma das vertentes em que eu também penso que a poesia possa funcionar.
Um grande abraço!
De Simbologia do aMoR a 16 de Janeiro de 2010 às 01:53
Oi Maria

Só Deus sabe porque tudo isto aconteceu. Lamentamos a tragédia, onde 15 militares brasileiros morreram juntamente com a chefe da Pastoral da Criança, a Sra. Zilda Arns.
Oremos por eles.

Abraço.

Vera.
De poetaporkedeusker a 18 de Janeiro de 2010 às 16:09
Assim é Vera. Esta calamidade não tem precedentes. Desculpa-me por só agora responder, mas hoje foi dia de hospital e acabo de chegar. Que os teus compatriotas estejam em paz.
Abraço grande!
De casimirocosta a 17 de Janeiro de 2010 às 09:16
Minha amiga, estou consigo nesta dor, nesta desgraça que se abateu sobre aquele pobre povo.Também já escrevi sobre isso mas ainda não postei, talvêz ainda o faça hoje.
Um abraço.
Casimiro Costa
De poetaporkedeusker a 18 de Janeiro de 2010 às 16:11
Tentarei ir, ainda hoje, ao seu blog, meu amigo. Nos dias de consulta hospitalar fico sempre mais limitada ainda, em termos de tempo.
Um grande abraço.

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SEM GARANTIAS

. CONVERSANDO COM ALDA PERE...

. DEUSES SOMOS NÓS!

. NATAIS DOS TEMPOS IDOS...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. CONVERSANDO COM O POETA A...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds