.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

SÁBADO, DOMINGO E SEGUNDA FEIRA III

 

 

 

 

 

 

UM POETA NA ESQUINA

 

Poeta numa esquina, sem alento,

Que não choras nem pedes a quem passa

A esmola da atenção ou essa graça

Do merecido pão do teu sustento

 

[As asas que perdeste... esse talento

Que o mundo destruiu, como uma traça

Que devorando tudo te desfaça

E te não deixe mais que desalento...]

 

E, cruelmente alheia, a populaça

No seu vaivém, correndo contra o vento,

Não percebe, sequer, quanta desgraça

 

Te prende àquela esquina, desatento

Das coisas deste mundo e desta raça

Que assim te condenou não te entendendo...

 

 MISTÉRIO

  

Que mistério em teu corpo se engendrou,

 

 

 

Maria, se não foste de ninguém?

Que mistério, Maria, te fez mãe

De um menino que tanto nos marcou?

 

Que Maria foi essa que alcançou

Honra tão grande e tão imenso bem?

Maria e só Maria foi alguém

Em quem o próprio Espírito encarnou…

 

E terá sido assim que aconteceu?

Terá sido o menino que nasceu

Igual a todos nós, nascido em dor?

 

Porque se assim não foi… quem serei eu

Para inquirir sobre quem já morreu

E em tudo vive ainda em puro amor?

 

 QUE PENA...

 

 

Que pena, meu amor! Eu sei lá quando

As hostes da vontade irão render-se

E o corpo, desistente, converter-se

A escravo, meu amor, do teu comando…

 

Eu sei lá, meu amor… mas juraria

Que a linha que percorro, vertical,

Não há-de quebrar nunca… este ideal

É jamais desistir de uma ousadia!

 

Tantas vidas na vida! `Inda há pouquinho

Percorria, na estrada, outro caminho

E, no palco, um papel numa outra cena…

 

Agora, bem mais longe e tão mais perto,

Termino estes acordes do concerto.

[e, às vezes, tenho até alguma pena…]

 

 

 

 

 

 

IMAGEM RETIRADA DA INTERNET 

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 16:16
link do post | "poete" também! | favorito
|
16 comentários:
De umbreveolhar a 21 de Dezembro de 2009 às 16:25
Não tenho por hábito lamentar-me. Porém o facto de hoje ter entrado de férias, noto uma grande diferença de tempo, permitindo-me de acordo com o meu desejo ,ver e analisar os teus óptimos posts que apenas os observo duma forma fugaz no meu perfil, sempre que posso.
Por isso, não me abstraindo do bom conteúdo dos teus posts, venho aqui expressar no teu "cantinho" o desejo que continues com aquela vivacidade e força que te é característica, desejando-te um óptimo Natal com muita harmonia e paz.
Podes contar sempre com este Amigo que muito aprecia a forma de te expressares e cuja Amizade é recíproca.
Desejo-te um Feliz Natal e que o Novo Ano te traga a concretização de todos os teus desejos.
Cumprimentos do Amigo,
Carlos Alberto Borges
De poetaporkedeusker a 21 de Dezembro de 2009 às 17:02
Muito obrigada, amigo Carlos! Sei que, tal como eu, tiveste algumas grandes perdas durante este ano. Que isso não impeça o teu Natal de se encher de Paz e Amor!
Um enorme abraço!
De ligeirinha a 21 de Dezembro de 2009 às 18:04
Eu sei lá meu amor....

Como gostei....Beijinhos fôfôs com saudades!
Muitas!
De poetaporkedeusker a 22 de Dezembro de 2009 às 12:27
E tu tão desaparecidita... mas deves andar a preparar o Natal, não é? Eu estou a ver que não vou conseguir fazer a décima parte das visitas virtuais que me tinha proposto fazer antes do Natal... estou toda baralhada! Já não me lembro de a quem já dei, ou não, os votos de boas Festas!!! Já tenho o cartão de cidadão, sabes? Fui levantá-lo "in extremis" quando me recusaram o pagamento do subsídio mediante a apresentação do papelito que o substituia :(
Um grande, grande, grande beijinho para ti e que tenhas um Natal muito feliz!
De Vítor a 21 de Dezembro de 2009 às 21:16
Com muitos sonetos...um grande e santo natal!

Beijinhos
De poetaporkedeusker a 22 de Dezembro de 2009 às 12:29
Um Santo Natal também para si, Vitor! Eu não vou poder estar online durante uns bons dias... todos os espaços que utilizo vão estar fechados, mas deixo um soneto em publicação pré datada!
Um enorme abraço!
De Peter a 21 de Dezembro de 2009 às 23:43
olá poetisa, há quanto tempo a não via e que saudades...Deus meu !!! quanto ao conteúdo, nem se fala!!! Um bacino de Buone Feste. Um Natal feliz.
De poetaporkedeusker a 22 de Dezembro de 2009 às 12:32
Mille bacini de Buone Feste!!!
Espero não ter assassinado a belíssima língua italiana... Se eu não conseguir ter tempo para vos visitar a todos, peço-vos que me perdoem. Não é por falta de vontade! É mesmo por falta de tempo...
De artesaoocioso a 22 de Dezembro de 2009 às 00:28
«Roubei» a esquina. Preciso de me engalanar com a beleza dos outros porque não sei criá-la.
Aproveito para desejar-lhe um Feliz Natal e um 2010 menos complicado que o 2009, caso isso seja possível.
Um grande abraço.
De poetaporkedeusker a 22 de Dezembro de 2009 às 12:35
Meu querido amigo, se não me morrerem três amigos de quatro patas e eu não estiver em vias de seguir-lhes o exemplo, como quando estive com a oclusão intestinal, já me dou por muito feliz!
Obrigada por me ter roubado a Esquina! Fico-vos sempre muito grata por essas partilhas!
Um enorme abraço, um Feliz Natal e um ano cheio de Paz!
De linhaseletras a 22 de Dezembro de 2009 às 01:00
Olá Maria João, que belos sonetos ,não sei qual o mais bonito, mas os seus sonetos para mim são sempre uma "fonte que está a jorrar beleza a toda a hora" e eu não me canso de me ir refrescar nela sempre que posso. Obrigado pelo seu trabalho.
Um abraço até amanhã.

[º<:}}}]
De poetaporkedeusker a 22 de Dezembro de 2009 às 12:42
Mas eu ainda nem lhe consegui enviar aquele trabalho, minha querida amiga...estive horas a tentar enviar alguns poemas para o Museu da Poesia e o correio estava empancado de todo!
Fá-lo-ei hoje, se conseguir, claro!
Desejo-lhe o melhor Natal do Mundo, caso não consiga visitá-la hoje!
De M.Luísa Adães a 22 de Dezembro de 2009 às 12:43
Maria é o eterno mistério
para muitos e ainda,
dos que se sentem superiores
em tudo!

Eu creio em Maria
Respeito o mistério
Do seu peito
dolorido.

E Jesus nasceu, viveu
e Ressuscitou dos mortos
e a Maria apareceu.

Senhora Aparecida,
lhe chamam os Brasileiros.
Senhora dos muitos locais
por onde passou...

Símbolo da dor, do Mistério e do Amor

"E em tudo vive ainda em puro Amor"

Obrigada Maria João,

Da amiga,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 22 de Dezembro de 2009 às 14:45
Amiga! Como estão as tuas costas? Estás melhor? Olha, reparei agora mesmo que o soneto que mencionas ficou um pouco desconfigurado... parece que a minha pen tem algum problema porque já não é a primeira vez que isto me acontece quando trago os sonetos feitos durante o fim de semana.
Mas agora o que importa é que estejas melhor e possas passar um Natal em Paz e alegria, sem dores!
Tenho imensas coisinhas para fazer e a net, por aqui, está lentíssima! Ontem tentei enviar imensos emails com uma foto em anexo e não consegui nada! Nem sequer fazia o upload das fotos...
Um beijinho e espero que estejas completamente recuperada!
De M.Luísa Adães a 22 de Dezembro de 2009 às 17:43
Só reparei no poema e gostei deste e dos outros.
Mas este veio ao meu encontro!

As costas ainda não há resultado do rx e com
algum cuidado, têm-se mantido.

Imagina que me encontraste e disseste Adeus
comigo - um Adeus prolongado ao Natal e
ao Ano que vai partir.
Bom Natal com saúde, para ti e todos a quem
amas.

Te espero no próximo ano de 2010, se Deus
nos permitir.

Beijos,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 22 de Dezembro de 2009 às 17:56
Confio que assim seja, Maria Luísa! Esses problemas de coluna são muito dolorosos mas costumam aparecer episodicamente. Por vezes passam-se semanas ou meses sem que as dores se façam sentir de forma insuportável. Confia tu também, amiga!
Um enorme abraço!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

. RUAS

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds