.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

FORMAS DE EXPRESSÃO

 

 

 

Há mil células vivas que procuram,

A cada instante, formas de expressão,

Que alcançam obras-primas da excepção

Onde as demais se vergam e se curam.

 

Mil células abrindo o seu caminho

Além dos passos que já foram dados,

Além dos planos que estavam traçados,

Na absurda construção de um novo ninho.

 

E mil milhões de células, teimosas,

Cuja vontade `inda ninguém conhece,

Desprezando a prudência e o bom senso,

 

Persistem na tarefa, ambiciosas,

Muito além da razão, além da prece,

Muito além do que sinto e do que penso…

 

 

Imagem retirada da internet

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 12:18
link do post | "poete" também! | favorito
|
6 comentários:
De Peter a 19 de Novembro de 2009 às 22:13
pois grande poetisa, isso parece ser verdade....um bacio.
De poetaporkedeusker a 20 de Novembro de 2009 às 11:13
É assim, é, Peter! E podemos utilizar esta metáfora também para a criatividade. Assim funcionam as células malignas e não só! As células das vidas que despontam utilizam o mesmo mecanismo que, não estando perfeitamente dissecado e explicado, está, pelo menos, harmonicamente descrito e também toda a nova obra musical, plástica ou escrita toma um rumo metaforicamente similar. Assim o tenho visto ao longo dos tempos e assim o descrevo. :)
Bacini!
De rosafogo a 20 de Novembro de 2009 às 00:45
Passei para te deixar um abraço.

Os poemas que li «Talvez sim ou talvez não» e agora «Formas de expressão» enchem-me o coração, são lindos, se não venho todos os dias, não me vou sem ler tudo depois . Apesar da hora avançada sabe-me bem estar um bocadinho contigo, a apreciar o encanto que
todos os dias nasce de ti.

Sempre me repito, mas não me importo,
quero que saibas que me dá muito prazer e
virei sempre enquanto partilhares.

há muito que não me falas dos teus bichanos,
olha amiga o meu está outra vez em forma.
Mas não sai do pé de nós, com medo, serviu
lhe de emenda.

abraço, MªJoão
da rosa
De poetaporkedeusker a 20 de Novembro de 2009 às 11:20
Obrigada, Natália. Os meus bichanos lá vão andando com algumas maleitas típicas do "caruncho" dos seus catorze anos... excepto o senhor Spirit que continua na fase ascendente da vida e, coitadinho, tem de ficar preso na marquise para eu poder estar segura de que não os encontro todos "retalhados" quando chegar a casa. O Kico, o cãozito, também se põe do lado dos "velhotes" sempre que há bulha... mas é o mais indefeso de todos eles. Sabe ladrar, mas nem sabe morder! :))
Vou ter de me despachar pois não sei se consigo vir esta tarde ao CJO. Na segunda feira tenho hospital e na terça tenho de ir, sem falta, tratar do cartão de cidadã... o BI está mesmo a caducar...
Um grande abraço!
De Mírtilo MR a 22 de Novembro de 2009 às 23:49
Poetaporkedeusker:

Há realmente células e mais células, aos milhões, a povoar e a formar o nosso organismo, ou qualquer outro, tomando formas lindas ou raríssimas, ou em formas absurdas, inimagináveis, sistematizando-se para o bem, mas também, quais hostes revoltosas, a rebeliar-se e, armadas de malignidade, a amedrontar os vizinhos tecidos e a conquistá-los e a impor, corpo fora, um império de corporal destruição, ou um inferno corporal, a caminho da morte, mas também delas, que, estupidificadas de ambição e destruição, como acontece com os homens nas suas vidas, também se vão matar.

Um abraço.
Mírtilo
De poetaporkedeusker a 23 de Novembro de 2009 às 15:15
Sim, sim Poeta! É esse mesmo o fascínio! A vida, na sua vertente "estável", é apenas um intervalo entre batalhas que se travam para o bem e para o mal... que coisa tão avassaladora sabê-lo, não é?
Um abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

. RUAS

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds