.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

O TAL RAMINHO

Tu sabes lá dos dias que passaram

Sobre aquele outro dia em que eu chorei,

Ou mesmo dos mil sonhos que sonhei

E que outros, como tu, nunca sonharam...

 

Saberás quantos anos se somaram

Às mil horas reais, se nem eu sei

Se alguma vez soubeste o quanto amei,

Nem quantos me disseram que me amaram?

 

Agora, se te lembro, é de fugida,

Como a ave que pára por momentos

Num ramo que encontrasse no caminho

 

E logo voa rumo à sua vida

Sem demorar-se, sem ressentimentos

E sem mais se lembrar do tal raminho…

 

 

Maria João Brito de Sousa - 23.09.2009 - 17.04h

 

 

 Foto tirada com a Webcam do 2008 e, após grandes malabarismos informáticos, trazida para o poetaporkedeusker.

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 17:04
link do post | "poete" também! | favorito
|
6 comentários:
De artesaoocioso a 3 de Setembro de 2009 às 17:15
Parabéns por este belo poema.
Logo que possa vou rouba-lo » para o meu blogue.
Um abraço
De poetaporkedeusker a 3 de Setembro de 2009 às 17:22
Olá, meu amigo! Espero que as férias tenham sido repousantes. Obrigada, mais uma vez, por se disponibilizar para publicar alguns dos meus sonetos na sua oficina.
Ando a tentar fazer um template mais ou menos decente, mas não é a coisa mais fácil que existe... as fotos das telas nunca ficam muito bem...
Um abraço amigo!
De linhaseletras a 3 de Setembro de 2009 às 22:05
Só vou dizer poucas palavras, mas vão traduzir o que sinto e acho deste soneto.
Simplesmente maravilhoso, ADOREIIIIIIIIIIIIII .
Um abraço
De poetaporkedeusker a 4 de Setembro de 2009 às 12:27
Obrigada Idalina ! O Sapito faz hoje 14 anos e está todo entusiasmado! Vamos lá ver se eu consigo um soneto para lhe oferecer...
passei mais uma manhã à espera de uma encomenda que não chegou e, dentro de minutos, terei de ir almoçar ao Centro Paroquial... mas tenho de arranjar uns minutos para o Sapito! :)
Um abraço e até já!
De Mírtilo MR a 5 de Setembro de 2009 às 00:04
Poetaporkedeusker:

Na vida tudo passa ... Até o tal raminho, ou a tal recordação, não passa, a partir de certa altura, depois da cirurgia do Tempo, de mera e quase ou mesmo esfumada sub-recordação que já não tange qualquer corda da alma em tom e sensibilidade de amor.
É o Tempo que tudo cura e é nele que tudo de nós é sepultado e por fim, desgastados ou purificados nós, nessa sepultura cai o que nos resta: nós.

Um abraço.
Mírtilo
De poetaporkedeusker a 7 de Setembro de 2009 às 16:15
É verdade, Poeta. Por fim, lá caímos também... mas eu continuo a acreditar que há formas diferentes de cair e faço questão de cair dando o meu melhor. Talvez não faça grande diferença, poderão dizer-me. Mas para mim faz toda a diferença... talvez seja essa mesmo a minha perspectiva do sentido da vida.
Um abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds