.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quarta-feira, 19 de Agosto de 2009

ORGULHOSAMENTE SÓ

 

 

 

Qual dono ou meio dono?! Eu quero lá

Viver a minha vida acompanhada

Fingindo que sou eu, não sendo nada

Nem podendo criar aos Deus-dará!

 

Eu quero lá saber do que não há!

Antes morrer sozinha, esfomeada,

Mas fazendo o que faço. Eu? Enganada?

Não, não estou enganada! É ele quem está.

 

Tudo tem o seu preço nesta vida.

Eu vou pagando os juros do talento

Com este rasto do que Deus me deu.

 

E podem crer que fico agradecida,

Que, mesmo na miséria, eu não lamento

O preço que paguei por ser só eu.

 

Imagem retirada da internet

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 12:44
link do post | "poete" também! | favorito
|
10 comentários:
De linhaseletras a 19 de Agosto de 2009 às 16:31
Olá minha amiga, que grande grito á liberdade!
Enquanto puder usufruir dessa liberdade aproveite bem, mas não se esqueça que a solidão dói " muito e ter uma mão amiga que nos afague quando estamos em baixo sabe muito bem, mas admiro a sua coragem.
Um grande abraço.
Idalina
De poetaporkedeusker a 20 de Agosto de 2009 às 11:45
Olá minha amiga! Pois foi... este foi mesmo um "grito do Ipiranga". Mas eu sei bem que tenho de quebrar, de quando em quando, esta minha rotina da solidão. Por isso é que me sabe tão bem trocar impressões convosco, ter aquelas reuniões malucas da GATUNGA no cafezinho, brincar com os meus amigos de 4 patas... mas voltar a coabitar com alguém... isso já não ia dar. De certeza absoluta. Conheço-me muito bem e sei que iria, sempre, dar prioridade aos meus poemas, aos meus rabiscos e aos meus animais e ninguém poderia entender isso. Pelo menos nunca ninguém entendeu até hoje. Acabariam por surgir conflitos e eu acabaria por cair na única solidão que me assusta: a solidão acompanhada, a mais terrível de todas as solidões, a que inibe totalmente a criatividade.
Acredite que sei bem o que isso é.
Um grande abraço.
De a 19 de Agosto de 2009 às 17:38
"Mainada". Subscrevo inteiramente...
Beijos grandes
De Mónica a 19 de Agosto de 2009 às 21:42
Enapá que este foi um daqueles que deve ter nascido de rajada!
Gostei deste grito de liberdade do EU que há em ti :)

Beijinhos e parabéns pelo prémio, só hoje é que vi, desculpa.
De poetaporkedeusker a 20 de Agosto de 2009 às 11:56
Caramba! Estás a falar do prémio "Histórias de Vida"? Acreditas que ainda não tive oportunidade de ver o livro? Pediram-me para o deixar com a Dra. Sofia, do Centro Paroquial e ainda nem o abri... agora o Centro está encerrado para férias e eu terei de esperar por Setembro para poder ler o livro.
Hoje estou muito contente porque estou a ver o meu template! Penso que já retiraram aquela coisa, o Websense, que não deixava ver as imagens...
Beijinhos!
De poetaporkedeusker a 20 de Agosto de 2009 às 11:48
:) Obrigada, Fá. Pode acreditar que tenho as minhas fortíssimas razões para "poetar" o que "poetei".
Beijos grandes!
De Maria a 20 de Agosto de 2009 às 11:48
Sermos nós sim, mas amiga a solidão é um dor que dói muito.

Bjs
De poetaporkedeusker a 20 de Agosto de 2009 às 12:09
Ah, mas a solidão acompanhada é que é mais dolorosa. E eu preciso mesmo muito de estar muito tempo sozinha para poder criar. Além do mais nunca me sinto completamente sozinha! Tenho os meus amiguinhos de 4 patas, tenho-vos a vocês, faço um intervalozinho, todos os dias, para dar umas gargalhadas na mesinha da esplanada, sinto as pessoas junto de mim aqui no CJO ou no Centro Paroquial... a sério, minha Maria! Eu nunca me sinto sozinha. Claro que me daria jeito ter alguém que me ajudasse nas tarefas de casa que eu já não consigo fazer, mas seria terrível viver com alguém só por essa razão. Acho que me detestaria se o fizesse. Mas gosto muito de ser amiga das pessoas, de ser simpática sempre que puder... enfim, sou um bichito solitário mas não sou anti-social! Sou é muito despistada e distraída... parece que só reconheço as pessoas no contexto em que me habituei a vê-las diariamente e depois faço figura de mal-educada... mas não é por mal. Sou mesmo muito distraída.
Abraço grande!
De Peter a 26 de Agosto de 2009 às 14:16
o que posso dizer , mimha amiga ???
tão complexo e tortuoso é o cordão !!!! bacio.
De poetaporkedeusker a 26 de Agosto de 2009 às 14:35
:) Já fez! Comentou...
Bacini!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

. DEPOIS DA MARÉ-CHEIA...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. RUGA A RUGA

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds