.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

MEMÓRIA DESCRITIVA

 

 

Era azul, como o mar… ou mais ainda!

Suave e tão lento quanto a lentidão,

Desenhava-se, ao fundo, um vulto vão

E paisagem de fundo era tão linda…

 

 

 

A outra veio vê-lo. Era bem-vinda.

Destacava-se, enfim, da multidão

Como se fosse a própria solidão.

Aquela que, ao chegar, nunca se finda…

 

 

 

Era melhor assim! Tanto melhor

Se desfrutava, assim, da própria cor,

Se sabia ser lá que pertencia…

 

 

 

E, sobretudo, não sentia dor

Nem jamais encontrara tanto amor

Como encontrou na luz que então se via.

 

 

 

Imagem retirada da internet

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:00
link do post | "poete" também! | favorito
|
12 comentários:
De linhaseletras a 5 de Agosto de 2009 às 14:00
Que lindo soneto e que linda imagem, que parece ser do Sol, ou será que estou enganada, sela qual for é muito bonita. Até logo
De poetaporkedeusker a 5 de Agosto de 2009 às 14:28
Obrigada, minha amiga Idalina. Eu, agora, estou muito triste e com um sentimento de culpa que não faz bem a ninguém... quando fui a casa dar o almoço ao Pepe, ele não estava na transportadora. Corri a marquise toda à procura e acabei por descobri-lo na cama do Kico, sem cabeça. Não sei como foi possível ele escapar-se da transportadora! O intervalo entre a entrada e a parede não excedia dois milímetros! Estou mesmo muito triste, desculpe-me. Mais valia tê-lo deixado na estrada! Coitadinho dele. Nem chegou a ter tempo para aprender a voar...
Um grande abraço e desculpe-me este desabafo todo.
De Fisga a 5 de Agosto de 2009 às 18:56

Olá amiga João. Olha minha amiga. Li, gostei e adicionei. É mais um lindo poema, daqueles que só tu sabes construir, parabéns. Abraço Eduardo.
De poetaporkedeusker a 6 de Agosto de 2009 às 11:23
Reparaste como ficou? Não sei porquê, não consegui endireitá-lo... ficou com uns intervalos enormes! Paciência. Obrigada por teres adicionado.
Abraço grande!
De Fisga a 7 de Agosto de 2009 às 12:32
Olá amiga João. Os intervalos grandes é da formatação ter os espaços muito largos, mas também não te convém, estares a mexer ,já que o p. c. não é teu. não tem mal nenhum. Abraço Eduardo.
De poetaporkedeusker a 7 de Agosto de 2009 às 15:21
Pois! Ele não me deixa mexer-lhe, por muito que eu queira... essas coisas só podem ser feitas pelo administrador... mas os outros têm estado mais ou menos. Enfim... deu-lhe para saltitar um pouco! :))
Abraço gde!
De rosafogo a 5 de Agosto de 2009 às 23:48
Não estejas triste, fizéste o melhor, quem ía adivinhar? Eu compreendo-te, vinha para te dizer que gostei do poema que lhe fizéste e afinal olha também eu fico triste.

Beijinhos
natalia
De poetaporkedeusker a 6 de Agosto de 2009 às 11:25
Não fiques tu triste, amiga. Foi um grande choque para mim, mas é daquelas coisas que, na vida, nos custam mais a aceitar. Ficou-me esta sensaçãozinha funda, funda, de ter sido negligente...
Um grande, grande abraço!
De João Pita a 6 de Agosto de 2009 às 00:40
De João Pita a 6 de Agosto de 2009 às 00:00
Minha amiga ... apesar de ser um "blogueiro" algo preguiçoso, para não dizer muito, não deixo de acompanhar com atenção os seus trabalhos e o seu bonito espaço.
É com satisfação que a sinto recuperada.
Vou deixar-lhe aqui o comando html que, espero, resolverá o seu problema.

Um abraço e o desejo de boa recuperação.

De poetaporkedeusker a 6 de Agosto de 2009 às 11:29
Olá, amigo João! Peço desculpa por ser assim tão ignorante... confesso que não sei o que é o comando hotmail. Ignorante é pouco... devo ser é burra.
Um abraço e muito obrigada pela visita.
De ligeirinha a 6 de Agosto de 2009 às 00:52
Oh poeta fiquei tão triste com o teu passarinho. Já me via pô-lo a voar em Monsanto com a Helena. Só tu....sempre a dar colinho...... Beijitos!
De poetaporkedeusker a 6 de Agosto de 2009 às 11:37
Mas fui negligente, minha Ligeirinha... deveria ter ficado em casa, a tomar conta dele.
Ainda bem que volto a ver-te por cá!
Abraço grande, grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. CHUVA

. CONVERSANDO COM JOSÉ SARA...

. A ARCA DE FERRO

. PORQUE O CÉU NÃO TEM LIMI...

. NEM VIVA, NEM MORTA...

. "UPSIDE DOWN"

. SONETO BÁRBARO

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds